Felicidade

Marcelo  Jeneci




Haverá um dia em que  você não haverá de ser feliz,
Sentirá o ar sem se  mexer,
Sem desejar como antes sempre quis,
Você  vai rir… sem perceber,
Felicidade é só questão de  ser,
Quando chover… deixar molhar…
Pra  receber o sol quando voltar.

 

Lembrará os dias  que você deixou passar sem ver a luz,
Se chorar, chorar é  vão,
Porque os dias vão pra nunca mais…

 

(Refrão)
Melhor viver  meu bem,
Pois há um lugar em que o sol brilha pra  você,
Chorar, sorrir também e depois dançar na  chuva
Quando a chuva  vem.

 

Melhor viver meu bem,
Pois  há um lugar em que o sol brilha pra você,
Chorar, sorrir também  e dançar,
Dançar na chuva quando a chuva vem.

 

Tem vez que as coisas pesam mais
Do que a gente acha que pode  aguentar,
Nessa hora fique firme pois tudo isso logo vai  passar,
Você vai rir… sem  perceber…
Felicidade é só questão de  ser,
Quando chover… deixar molhar…
Pra  receber o sol quando  voltar.

 

(Refrão)
Melhor viver  meu bem,
Pois há um lugar em que o sol brilha pra  você,
Chorar, sorrir também e depois dançar na  chuva
Quando a chuva  vem.


Melhor viver meu bem,
Pois  há um lugar em que o sol brilha pra você,
Chorar, sorrir também  e dançar,
Dançar na chuva quando a chuva  vem.
Dançar na chuva quando a chuva vem.
Dançar  na chuva quando a chuva,
Dançar na chuva quando a chuva  vem.

A vida segundo Ela, bela!

 

 

Por Carolina Mendes

Palavras amadas, ai de mim se não fossem vocês.

Contigo eu choro, sorrio, mergulho, me afogo, chego em terra firme, me encontro, morro de amores, abraço minha alma, reprimo sentimentos, solto os cachorros, faço amigos, faço amor, faço o que eu quiser delas, são minhas, você lê se quiser.

Eu sei que posso ser chata e legal ao mesmo tempo, mas quem ta com meu controle temperamental nas mãos é sempre vc. Eu sou o reflexo do mundo, amo quem me ama e não odeio quem me odeia, ou talvez deveria?

Continuo mais amante das palavras que de gente.

Tem gente que pensa que é como a gente, mas que de gente mesmo não tem nada!

Gente sem graça, sem sal, nem açucar, nem coisa nenhuma.

Longe de mim ser perfeita, eu vivo mesmo é pra errar, brincar, gargalhar, mas pera lá… brincadeira tem hora!

Oras bolas! Quem diria, logo a Carolina dizendo isso…

Pois é bem a vida passa, o humor permanece e a gente envelhece, nem parece.

Esta semana eu aniversariei, no pretérito perfeito simples do indicativo. Vem aí mais 365 dias do ano pra aproveitar a tal da felicidade até chegar o próximo e maldito inferno astral, e olha este acabou com as minhas forças, todas, ainda estou recuperando-as aos poucos, me ajudem, se encontrarem um pedacinho de mim por aí mande entregar no condomínio Laranjeiras, casa 86.

Natiruts Reggae Power

Imagem
Quando a noite cair e o som
Te lembrar algum sonho bom
e fazer tudo transcender, tristeza vai sumir e ninguém vai sofrer
Sintonize sua vibração
Não há tempo pra viver em vão
E não pense mais em desistir
Existe um mundo que só quer te ver sorrir
Não chora, a nossa vida é feita mesmo para se aprender
E agora, é hora de tentar se libertar não vai doer
Deixe a energia do som te levar
A vibe positiva solta pelo ar
Quem sente com a alma é capaz de amar
Está sempre livre pra cantar
Ô, ô, ô, Ô NATIRUTS REGGAE POWER CHEGOU
Ô, ô, ô, Ô TRANSFORMANDO TODA NOITE EM AMOR
Da paz e do amor eu quero muito mais
Não tenho a vida ganha vou correndo atrás
A luz do seu sorriso pela noite é demais
Brasil, Jamaica harmonia de paz
Não chora, a nossa vida é feita mesmo para se aprender
E agora, é hora de tentar se libertar não vai doer
Deixe a energia do som te levar
A vibe positiva solta pelo ar
Quem sente com a alma é capaz de amar
Está sempre livre pra cantar
Ô, ô, ô, Ô NATIRUTS REGGAE POWER CHEGOU
Ô, ô, ô, Ô TRANSFORMANDO TODA NOITE EM AMOR

Ser feliz e mais nada!

Imagem

Por Carolina Mendes

Eu tenho tentato por vezes me tornar uma pessoa melhor a cada dia. O problema são as pessoas, pessoas que no meio do caminho tentam sugar minha energia. Isso sim é um empecilho, advindo do verbo empecer, que segundo o dicionário, provoca prejuízo, prejudica, causa impedimentos, dificulta.

Ser uma pessoa melhor me faz pensar em como no fim das contas, se é que teremos contas neste plano tão prometido, somos todos iguais. Homens, mulheres, homosexuais, transexuais, seja criança, jovem, velho, é tudo farinha do mesmo saco.

Com o tempo você ensina e aprende diariamente com o seu passado. E aprende também que quem entrou na sua vida nos últimos anos pode não compreender certas coisas, causando desentendimentos desnecessários. Mas como sua consciencia é sábia, sabe deixar escondidinho no passado o que te incomoda, assim como sabe renovar-se a cada dia se assim for preciso.

Sinto falta do companheirismo de todas as horas, das gargalhadas, das promessas tentadoras de vender côco na praia, dos planos mirabolantes de ganhar na mega-sena e sumir do mapa.

Sinto falta do amor sem fronteira, dos beijos molhados, das pernas entrelaçadas, suadas. Das noites em que cansei de contar as estrelas do céu. Das noites bebendo sem parar. Das baladas. Dos amigos. Da família reunida. Da falta de compromisso.

Pensando bem, eu só quero mesmo é ser feliz e mais nada!

Mais uma vez

Mas é claro que o Sol
Vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior
De endoidecer gente sã
Espera que o Sol já vem

Tem gente que está do mesmo lado que você
Mas deveria estar do lado de lá
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Tem gente enganando a gente
Veja nossa vida como está
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança

Mas é claro que o Sol
Vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior
De endoidecer gente sã
Espera que o Sol já vem

Nunca deixe que lhe digam
Que não vale a pena acreditar no sonho que se tem
Ou que seus planos nunca vão dar certo
Ou que você nunca vai ser alguém
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança

Esta não é a sua vida

Esta é uma produção do cineasta brasileiro, Jorge Furtado, uma recomendação do Professor Valdir Boffetti de telejornalismo da Universidade Metodista.

Documentário de 1991, sobre a vida de Noeli Joner Cavalheiro. Noeli mora num subúrbio de Porto Alegre, é dona de casa e tem dois filhos. Nasceu numa cidade do interior, foi pra capital, trabalhou numa padaria, casou. Noeli  tem 1 m e 58 cm, pesa 54 kg. É uma pessoa comum. Mas não existem pessoas comuns.

Bem vindo 7º Semestre!

Pedal Urbano – Mobilidade em Duas Rodas

Esta é um documentário produzido pelo meu grupo do 6º Semestre de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo.

 
Sinopse:
Em São Paulo, uma cidade dominada pelos carros, a locomoção se torna cada vez mais caótica e disfuncional. Neste documentário são apresentadas as diversas maneiras de se utilizar a bicicleta como meio alternativo de transporte e como “antídoto” para o stress diário. Projetada para o lazer e para atividades esportivas, a bicicleta terá lugar cativo nas “conscientes” cidades do futuro.