Entrevista Luli Radfahrer

Por Carolina Mendes

Simmmm eu estou viva, grazádeuz! 🙂

Esta entrevista do Luli Radfahrer para rádio Trip FM realmente é MUITO boa e eu já escutei no mínimo umas 10 vezes. Não que eu tenha gostado tanto assim, é que tinha que fazer uma análise para uma atividade do professor Tarquini na faculdade, e aproveitando a deixa vou postar aqui  também o meu ponto de vista.

Para que entendam, estou elaborando um plano de negócios para o meu livrorreportagem (sim, é assim que escreve, procura no dicionário, há). Em breve com muito ineditismo os primeiros capítulos serão postados aqui claro.. mas vamos a análise!

Para dar início a um plano estratégico de negócios consideremos além do conceito, que é bastante subjetivo, o caminho para chegar ao tão esperado insight empreendedor. Desta forma avalio de maneira positiva esta transformação contemporânea no qual passa a publicidade, onde os engenheiros não assumem o espaço dos criativos, pois eles trabalham juntos, agregando valores, com um mesmo objetivo: chamar a atenção dos internautas.

Enquanto o usuário usufrui de navegadores ágeis e gratuitos, como o Facebook e o Google, o mercado da propaganda se aproveita dos dados fornecidos por estas empresas para atrair novos consumidores que são identificados de acordo com o conteúdo de interesse apresentado na timeline particular de cada um, já que esta é a garantia de lucro destes empresários.

Entretanto esta customização de conteúdos só é possível devido aos bons exemplos de publicidade acessíveis, como e-comerce, links patrocinados, otimização p/ mecanismos de busca, entre outros que são configurados por engenheiros a partir dos nossos interesses individuais, instigando a interação entre os usuários, fazendo com que sintam-se parte do processo.

Contudo ferramentas como a hipertextualidade, que possibilita a conexão entre sites através de links e a multimidialidade, que oferece a narração do fato de diversas plataformas (imagem, texto e som), não é possível em outra plataforma que não seja a internet.

Se por um lado isto se torna positivo, por outro esta disputa pela atenção dos leitores com os novos serviços gera uma sobrecarga de informação, com demasiados blogs e sites semelhantes.

Por isso é preciso encontrar um ponto de equilíbrio antes de tratar o consumidor como o conquistador tratou o índio. Embora haja esta troca de informações entre as empresas, a publicidade promete deixar bons legados do século XXI, já que os usuários se sentem satisfeitos com o conteúdo e a empresa sente-se satisfeita com a colheita de dados, assegurando um mercado que só tende a crescer.

Que boas ideias atraem um maior número de pessoas isto é fato, mas diante disto também sofremos certos tipos de constrangimento, o que Luli Radfahrer define de Cyberbulling. Ao instalar uma TV que te conecta com o restante mundo em tempo real você esta abrindo as portas da sua casa para uma centena pessoas que talvez nem sejam seus amigos de verdade, mas que buscam uma brecha para espalhar boatos, contar mentiras, procriar desavenças e causar falsas impressões.

A garantia de bons conteúdos tem o poder de transformar uma mídia comum em referência, motivando seus leitores a comprarem determinados jornais ou revistas por causa do nome ao longo do tempo e por isso tornaram-se vendedores de anúncio, pois a propaganda quer ser vista pelos leitores como forma de um retorno do investimento designado.

Para obter sucesso em um empreendimento acredito que seja preciso à elaboração de um planejamento certeiro. Do mesmo modo que Bill Gates não esperou a morte para treinar uma equipe que hoje mantém a empresa em ascensão. Pouco egocêntrico ele se antecipou ao problema e deixou de legado importantes ensinamentos para que a empresa continue progredindo, enquanto ele aproveita sua aposentadoria dedicando-se á projetos filantrópicos.

Desta forma cabe ao “falso ecologista”, aquele que preza pelo aquecimento global, mas deixa o computador ligado o dia inteiro transferindo downloads, tomar uma posição sensata que não seja prejudicial ao meio ambiente, nem para ele.

O mundo está cheio de Steve Jobs e Elvis Presley, para evoluir e fazer a diferença é preciso desviar do obvio e explorar o inusitado sem se preocupar com a quantidade de vendas e sim com a qualidade do conteúdo oferecido, isto consequentemente seduzirá o público-alvo a ser alcançado.

Contando queeee…. estamos na era da comunicação, portanto não só precisamos da internet como necessitamos muitas vezes!

Por isso, façam bom uso pessoal, naveguem bastante no meu cantinho!

Essa e outras provocações no Trip FM: sextas às 20h, com reprise terça às 23h pela Rádio Eldorado Brasil 3000, 107,3MHz ou pelo site www.territorioeldorado.limao.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s